Uva Tempranillo: a rainha da Espanha

 

Aragonês, Cencibel, Ull de Llebre, Tinta Roriz, Tinta del Toro ou Tinta del Pais. A uva mais conhecida como Tempranillo tem tantos nomes quanto personalidades. E não é um problema de identidade, não. Ela é só uma das cepas mais versáteis de que se tem notícia, e esse é provavelmente o seu maior trunfo. São mais de 60 nomes adotados por diferentes regiões europeias, e não é à toa. Cada cantinho quer deixar a uva com a sua cara.

“Quais são as características especiais da uva Tempranillo?”

uva tempranillo

É comum atribuirmos características específicas às uvas, como por exemplo nível de acidez e aromas, mas, sabe o que o é mais incrível?  Com a Tempranillo é diferente: ela tem a capacidade de relevar uma faceta particular de acordo com o lugar em que é cultivada.

Mesmo assim, aromas de frutas vermelhas quando jovem, e de couro, quando envelhece, por exemplo, são tipicidades que a casta normalmente revela em qualquer hemisfério (sim, ela marca presença em muitos vinhedos argentinos e brasileiros também).

Características sensoriais

  • acidez – média-baixa
  • tanino – médio-alto
  • fruta – média
  • álcool – médio-alto

Principais países onde é cultivada

  • Espanha
  • Portugal
  • Estados Unidos
  • Austrália
  • Argentina
  • Brasil

Onde a uva tempranillo é mais cultivada  

A resposta é: no mundo todo! Sim, todo mundo quer um pouquinho dessa uva tão versátil. Mas quando falamos de Tempranillo, é impossível não falar de Espanha. Foi lá que ela nasceu, e é de lá que sai uma de suas melhores versões: sim, o tão famoso Tempranillo de Rioja. Inclusive, se quiser saber mais, temos um textinho legal aqui falando sobre a região de Rioja e suas particularidades.

Agora a parte boa: vamos falar de comida

Trago boas notícias: a uva de muitos nomes é uma das mais fáceis de harmonizar! Sim, vai bem desde um prato mais gourmet e elaborado, como um suculento bife ancho com batatas rústicas (ai, que chique), ou com nosso clássico PF brasileiro – arroz, feijão, batata frita e bife grelhado.

Se é um Tempranillo com passagem por barricas (aquele potente de Rioja mesmo), pode apostar em pratos mais gordurosos: uma picanha grelhada, ou costela assada. Confira aqui nossa receita de costela assada com papel alumínio. 

A versão mais jovem? Tudo que você quiser!    

Curiosidades Para contar durante o jantar

Agora, a grande curiosidade gira em torno do seu nome mais conhecido. Pelo fato de ter um tempo de amadurecimento bem mais curto que o de outras uvas, ela recebeu um carinhoso diminutivo do termo espanhol ‘temprano’, que significa ‘cedo’. Daí, Tempranillo. Fofo, né?

 

Ficou com vontade né? Quer provar um Tempranillo diferente? Então dá uma olhada aqui pra conhecer mais sobre a Tempranillo.