Uma viagem aos solos de Portugal.

O que é Vinho Verde: desvendando os mistérios desse nome

 

Novidade bombástica do dia: O Vinho Verde não é da cor Verde.

Fonte: Giphy

Calma que a gente te explica. A gente conhece o vinho rosé, o vinho tinto, o branco e até o azul, mas e o famoso Vinho Verde?

Se você não conhece o Vinho Verde, provavelmente considera este nome uma referência a cor do vinho, mas não é bem assim. Ele nada mais é que um vinho branco, com a cor puxada para o amarelo limão ou palha bem exuberante. Entretanto, a origem desse nome vai muito além. Bora aprender?

Afinal, o que é vinho Verde?

Vinho Verde é uma região demarcada localizada no noroeste de Portugal, mais precisamente, na província do Minho. Mas ela não é uma região qualquer não, viu? Além de ser um verdadeiro marco de Portugal, é a maior região demarcada, não só da terra do “ora pois” mas também de toda a Europa.

 

regiao de vinho verde

Aprenda mais: como ler rótulos de vinhos? 

O nome Vinho Verde nada mais é que uma referência a paisagem natural da região e ao estilo muito peculiar dar uvas locais, já que elas dão origem a vinhos leves frescos e com uma acidez que você só encontra nesse tipo de vinho.

O que esses vinhos têm de tão especial?

Os rótulos produzidos em Vinho Verde são exclusivos da região, ou seja, nenhum outro lugar do mundo produz vinhos como esses, com tamanha tipicidade. O mais interessante é que, apesar da grande maioria dos vinhos serem brancos, essa terra produz também Vinho Verde rosé, tinto e até espumante, sabia?

E todos tem uma característica em comum: a acidez acentuada que dá a sensação de agulha no paladar. Você pode encontrar também uma leve efervescência, parecida com os espumantes. Por isso não se impressione se encontrar algumas bolhas em vinhos dessa região.

As uvas principais são:

  • Azal
  • Alvarinho
  • Avesso
  • Loureiro
  • Trajadura

Acidez, acidez, frescor e um pouco mais de acidez. É isso que se pode esperar dos vinhos brancos de lá. Também são vinhos bastante aromáticos, com notas que vão desde frutas cítricas até melão e frutas tropicais.

Vamos harmonizar?

harmonização vinho verde

Boa notícia: este é um vinho muito gastronômico. Por isso prepare os pratos, as taças e bora aprender algumas dicas de harmonização 😛

Como os vinhos feitos nessa região tem a acidez como estrela da sua composição, pratos gordurosos e densos vão muito bem com uma tacinha, já que a acidez do vinho feito em Vinho Verde, trás a sensação de limpeza na boca quebrando o teor de gordura.

E aí é só seguir o que a ocasião mandar: uma porção de coxinhas de frango, costelinhas de porco, uma tábua de salames ou até mesmo uma massa à carbonara.

Comenta aqui se você gosta ou não de Vinho Verde, e o que achou das nossas dicas. 🙂 Um brinde!

Se quiser mergulhar de vez no mundo dos vinhos, confira nosso site.